Romanos 8;1 PORTANTO, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.


29 de março de 2012

POR QUE UMA EMPRESA QUEBRA?

Se você tiver paciência para ler o que fui levado a escrever abaixo, no final você entenderá. Há pouco mais de um ano tive um sonho: vi um avião 737 voando baixo sobre a cidade onde resido, o avião veio como se fosse aterrissar, mas de repente parou no ar, virou de ponta cabeça e começou a cair como uma pedra em cima de um grande galpão de cor azul Del rei. O galpão foi totalmente destruído e como um efeito dominó destruiu tudo o que estava ao seu lado direito, mas o avião nada sofreu. Quando despertei do sono, pela manhã contei o sonho para minha esposa e durante parte do dia fiquei remoendo dentro de mim, interessado em saber o que seria aquilo, afinal a cidade de João Monlevade é pacata, aqui não temos avião 737 sobrevoando nosso céu, raramente a gente vê helicóptero e taxi aéreo e os grandes aviões tipo air bus que por aqui passam riscando o céu diariamente transitam fora dos limites da cidade, pois bem, depois de muito questionar com Deus, tive a certeza que uma empresa local seria destruída por Deus. Você talvez ache estranho: Deus destruindo? Sim, Deus destrói, a uns ele exalta e a outros ele abate. Vou tentar explicar isso, usando a vida do rei Davi, num episodio com Nabal, registrado em I Samuel 25 (todo o capítulo). Antes, porém, veja o capitulo 22:1-2. ENTÃO Davi se retirou dali, e escapou para a caverna de Adulão; e ouviram-no seus irmãos e toda a casa de seu pai, e desceram ali para ter com ele. E ajuntou-se a ele todo o homem que se achava em aperto, e todo o homem endividado, e todo o homem de espírito desgostoso, e ele se fez capitão deles; e eram com ele uns quatrocentos homens. Observe a condição de Davi; um homem fugitivo, que fazia de tudo para escapar da injusta perseguição do rei Saul. Davi só queria ficar vivo. Agora re-leia o versículo 2 e veja a condição dos homens que se chegaram a ele. Homens nessa condição não se importam com nada, são capazes de roubar, matar e destruir apenas para se manterem vivos. Eles estavam sem esperança, perseguidos e condenados a morte, mas foram capazes de ver em Davi uma oportunidade de justiça. Davi era ungido de Deus, na condição de futuro rei, visto que Saul havia sido rejeitado em virtude da desobediência. Davi era um vencedor de grandes batalhas, mas Deus o colocou em um deserto para aprender a ser homem, e quando se está nessa condição à vida é quase que uma desgraça sem fim, tudo se torna escasso, a perseguição vira rotina, a humilhação se torna um tormento, tudo é colocado à prova. Quem está nessa condição sofre afronta e desprezo, são cotados por vagabundos e abandonados a própria sorte. (digo isto com convicção e graças a Deus que meu deserto está no fim, estou entrando em verdes pastos... aleluia!). Quem passa pelo deserto de Deus só encontra compreensão em pessoas que já passaram por lá e têm o Espírito de Deus. Davi quando entrou na caverna de Adulão, se sentia só e abandonado e de repente se viu procurado pelos familiares que também fugiam de Saul. Aos poucos foram aparecendo homens com suas famílias que até então eram cotados por marginalizados e Davi se fez chefe sobre eles. Juntos tentavam se manter vivos, em contra partida, eram vizinhos de um homem muito rico ,mas que era mal, avarento e egoísta. Mesmo vivendo em situação de abandono e num estado miserável, Davi nunca precisou roubar nada de ninguém, e de acordo com as leis de Moisés, roubar para comer não é pecado, mas mesmo na necessidade, no meio do abandono e perseguição, Davi se manteve fiel ao seu Deus, e sempre fazia favores a Nabal guardando seus rebanhos de possíveis ataques de homens cruéis sem pedir nada em troca. Um dia Davi se viu apertado e pensando em seus liderados que estavam famintos resolveu enviar alguns moços a Nabal para que este o ajudasse de alguma forma. Nabal foi implacável, negou (I Samuel 25: 5-11). Ao retornarem os moços a Davi trazendo a negativa resposta de Nabal, ele se indignou e ordenou que seus homens cingissem a espada e partiram. Davi estava irado e tinha a intenção de matar Nabal e sua casa, mas no caminho, a mulher de Nabal, Abgail soube das intenções de Davi e receosa saiu ao encontro do mesmo. Ao encontrá-lo, suplicou misericórdia, pediu perdão pelas atitudes injustas de seu marido e forneceu a Davi a ajuda que ele precisava, com isso A ira de Davi se aplacou, voltou apaziguado, levando consigo, o alimento que seus sofridos homens precisavam. Observe uma coisa: Deus nos dá o direito de ficar irado, mas, ele também nos orienta a não pecar, pois a vingança pertence a ele. Quando você pensa que Deus não está nem aí pra você é engano, pois Deus é fiel, ele não dá carga além daquilo que você pode carregar. Ele luta a sua luta e sofre as suas decepções e ele próprio promove o castigo e a destruição daqueles que te ofendem sem causa (observe aqui: sem causa). Eu digo por mim, pois todos aqueles que me desejaram mal, hoje estão amaldiçoados por Deus, com exceção de uma meia dúzia, por que me compadeci e pedi a Deus que os perdoasse, mas aos outros que até aqui tem se mostrado arrogantes, eu mantenho a maldição de Deus sobre eles e só retiro quando me pedirem perdão pelo dano que me causaram e quanto a isso estou em paz, visto que o perdão é condicional ao arrependimento. A palavra de Deus é fiel, eu procuro ser justo com quem é justo, aos demais a Bíblia nos fornece mecanismos de atuação para correção e se for preciso entregar a Satanás, quando for o caso... No caso de Davi, Deus determinou o fim de Nabal, pois passado uns dez dias, feriu o SENHOR a Nabal, e este morreu (I Samuel 25:38). Deus fez justiça por causa da fidelidade de Davi. Ele casou-se com Abigail e passou a possuir tudo o que Nabal tinha em vida. Assim acontece com a maioria das empresas. É fato que a fidelidade a Deus gera prosperidade e equilíbrio. Tem muito ímpio (incrédulo) vivendo em prosperidade em sua empresa, mas isso se dá pelo fato de haver crentes fieis a Jesus Cristo integrando o quadro de funcionários. Lembram de José no Egito? Deus abençoou a casa de Potifar por amor a José, sem comentário! Em contra partida tem muito crente, na condição de dono de empresa que não faz nem para o café, pois é infiel, rouba de Deus, sonega impostos, maltrata seus funcionários, enfim usa a capa de servo de Deus, mas não passa de um vagabundo tentando ser empresário. Cuidado! O resultado do meu sonho citado no inicio se cumpriu numa empresa aqui em minha cidade provisória. A empresa faliu, quebrou, deu cano e sujou o nome... O que era doce se tornou amargo. Acabou! Fiquei pasmo, pois eu mesmo estive ali cogitando uma oportunidade de emprego. A infidelidade sempre será causa motivo e razão da desgraça dos infiéis e para Deus não faz diferença se é crente ou católico, para Deus não existe meio termo. Ou somos de Deus, ou somos do diabo, ou somos fieis ou somos infiéis. Pisou na bola, a vaca vai para o brejo. Se cuidem, pois Deus é justo e a sua Palavra sempre se cumpre. Ele é fiel para os fieis. Sempre zeloso e cumpridor de sua vontade. Deus está sempre pronto para realizar o bem e o mal. Jeremias 17:11 é bem claro. Tudo o que se constrói de forma errada vai cair um dia e a queda será grande. Se você é um sonhador intere-se do restante do tópico abaixo, e se a carapuça está servindo na cabeça de alguém... Se converta à palavra de Deus antes que Deus se manifeste para obrar o justo juízo. Não desejamos que ninguém tenha o fim que teve Nabal e como sempre digo: Não to nem aí, a vida é alheia e se resume no livre arbítrio de cada cidadão, faço a minha parte de apenas avisar,se alguém dará crédito ou não, aí já é competência do Santo Espírito de Deus. Ao invés de se preocupar com o tal diabo, preocupe-se com os juízos de Deus, pois o castigo dele é muito mais severo. “Como a perdiz que choca ovos que não pôs, assim é aquele que ajunta riquezas, mas não retamente; no meio de seus dias as deixará e no fim será insensato”. Jeremias 17:11 CHOCANDO OVOS QUE NÃO PÔS? Chocar ovos que não pôs é uma expressão bíblica registrada em Jeremias 17:11 e relaciona-se principalmente ao fator financeiro. O versículo proferido pelo profeta Jeremias não é uma brincadeira, mas uma realidade para se pensar e temer. Como a perdiz existe muita gente por aí mundo afora chocando ovos que não puseram. Certa vez quando eu estava em um retiro espiritual num sitio pude observar que realmente as perdizes têm o costume de chocar ovos de outros pássaros. E quando o filhote nasce? Certamente não fica com a perdiz. Nesse versículo Jeremias está declarando que assim é o homem que ajunta riqueza, mas não retamente. Eu pessoalmente conheço muitos casos de pessoas que outrora eram bem sucedidos financeiramente, empresários, mas perderam tudo que durante parte da vida conquistaram. Neste caso foram vitimas ou fizeram vitimas? Muitos faliram ou gastaram tudo que tinham por causa de doença ou acidente. Cada um deles certamente possue uma história em particular a ser contada e que muito marcou suas vidas. De ricos voltaram a ser pobres novamente. Tenho certeza que igualmente a mim você também conhece alguns casos específicos. Nesta semana observei numa certa reportagem na TV onde foram apresentados fatos particulares de como vivem os homens mais ricos do mundo, suas riquezas e como conseguiram. Ser rico nunca foi e nunca será pecado, pois a riqueza é dom de Deus e ele dá a quem quer. Existe certo versículo na Bíblia, que declara que riqueza e honra recebe aquele que adora a Deus e o serve. Se você achar me diga onde está, pois nem sempre faço questão de mostrar o local dos versículos, pois meu desejo é que você o encontre folheando as paginas da Bíblia, afinal tem muita gente preguiçosa que nunca a Lê. Isso é um mal que precisa ser exterminado na vida de tais preguiçosos. Voltando ao acumulo ilícito de riqueza, existem muitos casos de infidelidade para com Deus, consigo mesmo e para com o próximo, sonegação fiscal, enganos. Trapaças, produtos de má qualidade, roubo na balança e nos salários, etc. São tantas coisas que se forem tudo relatado vai faltar papel. Ser rico, morar em mansão, ter avião particular, iates e coisas luxuosas é um privilégio para poucos, se torna lindo quando vivido em honestidade plena com Deus controlando principalmente a vida das pessoas. Afinal ter riqueza nem sempre é sinal de viver em paz e feliz. Paz e felicidade só Jesus Cristo oferece. O que me deixa indignado é o fato de saber que a maioria dos Bilionários vive bem ás custas do trabalho honesto de chefes de famílias que muitas vezes fazem das tripas coração para tratarem seus filhos com um salário mínimo que muitas vezes não paga nem as contas publicas. Os Bilionários querem tudo do bom e do melhor, mas não dormem direito, vivem com temor e muitas vezes têm a consciência cauterizada, pois não conseguem ao menos agradecer a seus funcionários o luxo que eles com honestidade proporcionam. Querem vestir roupas costuradas a fio de ouro, gastar grandes fortunas com mulheres, enquanto que no oculto de suas empresas milhares estão sendo prejudicados e vivendo à beira do caos social por falta de apoio social e educacional. Muitos trabalham e às vezes deixam de comer para que seus filhos tenham direito ao arroz. Mas, eles lá em cima tomam uma única dose de bebida a preço de ouro. O Patrão veste um terno de cem mil reais, enquanto que seu empregado muitas vezes veste o que ganha usado de outro. Ser rico é ótimo, quem não queria ser, mas ser humano também é. A Bíblia nos exorta em vários versículos a respeito do contexto financeiro. A maioria dos versículos expressa a necessidade de sermos bondosos e não avarentos. Precisamos ser cuidadosos e atenciosos para com a necessidade daqueles que se encontram vivendo em necessidade, principalmente aos domésticos da fé (consideram-se domésticos da fé os “irmãos em Cristo” aqueles que nasceram de novo, batizados e fiéis). Aos cães e porcos competem-lhes as migalhas, quando muito nada e não sou eu que determino,mas as Escrituras se alguém não sabe disso é porque é ignorante, pois nunca leu a Bíblia no todo, mas apenas aquilo que lhes interessa. Um dos Apóstolos declarou em certo lugar que se alguém é rico, possui bens materiais e vê seu irmão passando necessidade e passa de largo, não procura ajudar não possui o amor de Deus (outra vez digo se achar onde está escrito me diga). Nesta condição existem muitas pessoas, pois ninguém é tão pobre que não tenha condição de ajudar seu semelhante. Muitas pessoas só sabem acumular riqueza, pensam somente nelas mesmas, não são hospitaleiros e não se importam com a forma como ajuntam riqueza, roubam de Deus e até de seus familiares. Para ser rico, primeiramente a pessoa precisa ser compromissada com a verdade, sim porque de que valeria tanto dinheiro sem a sabedoria e o amor de Deus? Como disse Jeremias: “no meio de seus dias as deixará e no fim será insensato”. Não indo muito longe nessa questão financeira o próprio Jesus disse em uma de suas parábolas que ninguém nos confia riqueza mediante infidelidade, muito menos Ele. “Ser fiel no pouco resulta em abundancia”. Honra ao Senhor com as primícias de sua fazenda e se encherão os teus celeiros. Uma promessa dita por Deus e que tem um valor muito grande na vida de quem é fiel. Quem vive sabe muito bem, que Deus permanece sempre fiel e cumpre com todas as suas palavras velando nela para cumpri-las na vida de seus filhos. Deixando os homens bilionários de lado me volto para a situação de varias denominações espalhadas por aí que vivem em função de acumular riqueza, roubar de Deus e daqueles que com uma consciência pura procuram servir a Deus mediante a Fé. Infelizmente existem certos líderes que eu pessoalmente os chamo de vagabos isso pra não dizer vagabundos. Arrecadam dinheiro com desculpas de propagar o reino de Deus, mas nada fazem para ao menos diminuir o sofrimento de muitas pessoas que com muita dor e sofrimento vivem seu dia a dia. Esses vagabos são presunçosos e vivem somente para tirar dinheiro dos outros, vivem mercadejando a palavra de Deus, fazem de Deus um pobre coitado que depende de moedinhas para estabelecer o reino de Jesus. Deus não precisa de dinheiro de ninguém, muito menos de esmolas. Ele é o dono do ouro e da prata, tudo pertence a Ele. Ele sim tem para nos dar com abundância. Mas infelizmente os vagabos dizem ao contrario e por isso vivem a explorar a fé e a boa vontade das pessoas. Tais líderes preferem ver as pessoas passando fome a alimentá-las. A doença tem maior significado do que a cura. Afinal campanhas de cura divina como dizem por aí é uma mina de ouro. Recentemente testemunhei, digo testemunhei porque fui procurado e me informaram sobre os fatos que após ouvir e ter certeza fiquei totalmente indignado com tanta falta de amor por parte de tais vagabos. Vou compartilhar aqui e assim estarei encerrando meu comentário sobre Jeremias 17:11. O primeiro caso é o testemunho de uma Senhora viúva que procurou o pastor com duas contas de luz vencidas e uma outra a vencer com aviso de corte, totalizando r$ 48,00 (quarenta e oito reais). Ela só precisava de um empréstimo para pagar as contas, assim que recebesse a aposentadoria devolveria o dinheiro. O desgraçado negou e ironizou dizendo: “irmã, não se preocupe se cortarem a sua luz a gente faz um gatinho”. Parece-me que foi Deus quem disse para cuidarmos dos órfãos e das viúvas. Dizem que a Igreja não tem obrigação financeira com ninguém. Pois eu digo que quem diz isso é endemonhiado, pois a Bíblia diz e prova que tem sim. O vagabo não emprestou o dinheiro que a irmã precisava e olhe que ela sempre foi fiel na entrega de seus dízimos. Esse vagabo que se diz ungido recebe cerca de r$ 10.000,00 (Dez mil reais) de salário, é para ficar indignado ou não? O segundo caso trata-se de uma adolescente de 13 anos, chegou à igreja com o rosto totalmente inflamado por causa de uma dor de dente. A dor era tanta que a menina chorava o tempo todo, o outro vagabo ao se aproximar da menina disse: Vem cá, vou orar para Jesus curar você! Fez a tal oração, mas a dor continuou. Filho de uma égua, cavalo esse é o nome que se dá para um imbecil assim. Não teria sido mais fácil pegar a menina e leva-la a um pronto socorro para ser medicada e no dia seguinte encaminha-la para um consultório dentário para uma avaliação e orçamento. É difícil para uma igreja na pessoa de seu pastor pagar o tratamento de um dente inflamado na boca de uma criança? Dificilmente se ouve dizer que pelo menos uma Igreja fez isso, afinal custa dinheiro e são poucos os que querem gastar. É mais fácil encher o gasofilaceo, do que esvazia-lo. Quando a maioria vai entender que nem tudo oração e fé resolvem? É preciso ter obras. Como disse Tiago: Se alguém está nu, pelas obras deve ser vestido ou será que é licito deixa-lo nu? Sem obras a fé é morta. A maioria das pessoas nas igrejas precisa ser assistida em todo o sentido, e não somente no espiritual. O terceiro e último caso (dentre os milhares) trata-se de um homem novo convertido, desempregado que teve a filha de apenas cinco anos picada por um mosquito transmissor da dengue, depois de te-la levado ao pronto socorro, sendo medicada, voltou para casa. O pai portando um receituário médico procurou o pastor em sua residência, depois de ter passado em uma farmácia e tendo se certificado do valor do remédio, um simples tylenol que custa cerca de 3 a 5 reais, queria apenas que o pastor o emprestasse esse valor. O tal pastor, aqui na minha linguagem “vagabo” o convidou para entrar e pegando sua agenda pessoal se prontificou a explicar para o irmão novo convertido que ele não poderia emprestar o dinheiro porque senão no final do mês faltaria recurso para ele pagar a faculdade do filho. Brincadeira viu, depois reclamam... Tem muito crente por aí morrendo em desgraça, depois perguntam por quê? Mas vivem chocando ovos que não deviam. Sempre digo, Se Deus não nos conceder a graça a vida é uma desgraça. Estou cansado de hipocrisia religiosa. A maioria das pessoas estão adorando a Deus apenas de lábios. Gritam amém a todo e qualquer chamado à santidade, mas no fundo não passam de animais chocando ovos de perdição e engano. São egoístas, falsos e vivem adulterando a Palavra de Deus focando apenas seus interesses pessoais. A maioria das denominações precisam rever seus conceitos de religiosidade e passar de fato a ser “Igreja”. Infelizmente a maioria não sabe nem o que significa Igreja. A maioria das pessoas está sendo manipulada como se fossem fantoches por supostos líderes que nem convertidos são. Criam igrejas somente para ganhar dinheiro, virou moda. Abusam da fé das pessoas com intuito de ficarem ricos. Mas a única riqueza que conseguirão é o acumulo de pecado e que no futuro muito próximo pagarão caro. Espero sinceramente que este comentário lhe seja útil, cuide-se, pois os vagabos estão esperando uma vitima a cada dia apenas para extorquirem dinheiro de suas vitimas. É uma vergonha. O Eterno Deus em Cristo vos abençoe... Sempre! Apóstolos, Bianchini e Nazaré.

Nenhum comentário:

Postar um comentário