Romanos 8;1 PORTANTO, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.


3 de junho de 2013

ELE MORREU COMIDO DE BICHO PORQUE NÃO DEU GLÓRIA A DEUS! E assim como ele, há milhares no mundo. Nem mesmo sendo comidos pelo câncer, descem do maldito salto de orgulho e avareza que os dominam. Pois bem... Assim diz o SENHOR: "... a minha glória, pois, não darei a outrem, nem o meu louvor às imagens de escultura" (Isaías 42:8). O Senhor Jeová é cioso da Sua glória, por isso, quem tentar tomá-la será objeto de duro juízo. Foi o que aconteceu com Herodes. Naquele dia tomou as suas vestes reais, assentou-se no seu trono e fez uma prédica de auto-elogio dos seus poderes, da sua riqueza (que não era dele), da sua glória (que tinha usurpado). Foi de tal maneira arrogante e auto - elogioso que o povo ( a quem tinham feito uma lavagem ao cérebro) dizia: - "... voz de Deus e não de homens..." Herodes aceitou estar em lugar de Deus, aceitou usurpar a glória que só pertencia a Deus, por isso, "naquele mesmo instante, Deus o feriu de morte e, comido de bichos, expirou..." Herodes morria "comido de bichos", mas a Palavra de Deus crescia e se multiplicava (Atos 12:24). Ninguém pode parar a força do querer de Deus. Nem Herodes, nem César, de Roma, nem Hitler, nem a União das Nações, nem o gnosticismo, nem o romanismo ou a Nova Era. Todos perecerão com as suas filosofias e tratados, mas a Palavra do Senhor permanecerá para sempre. Deus visita a maldade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração, mas a Sua glória não dará a outrem. Por favor, não luteis contra Deus (Atos 5:39), dai de mão aos vossos desejos de auto-glorificação / justificação, etc. e dai glória a Deus, porque d'Ele é o Reino, o Poder e a Glória para sempre (Mateus 6:13). Sujeitai-vos, pois, a Deus, porque Ele resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes; senti as vossas misérias e lamentai, chorai e humilhai-vos debaixo da potente mão de Deus e, em seu tempo, Ele vos exaltará (Tiago 4:6-10).

Nenhum comentário:

Postar um comentário